Empresa precisa com urgência de material circulante para responder à forte procura provocada pelos passes mais baratos. Chineses da CRRC e germano-checos da Skoda Transportation, que disputam o concurso público, vão ser convidados a antecipar entrega dos comboios.

Paulo Pimenta

A frota do Metro do Porto está a revelar-se insuficiente face ao aumento inesperado da procura provocado pelo PART-Programa de Apoio à Redução do Tarifário dos Transportes Públicos e peloboomdo turismo na cidade. A empresa diz que não existe uma situação de sobrelotação, mas já está a tomar medidas para poder reforçar a oferta e uma delas é que os novos comboios que vai comprar cheguem mais cedo do que o previsto.